Procedimentos

Acesso Venoso Periférico: Tudo o que você precisa saber!

Acesso venoso periférico é um dos procedimentos mais realizados em um hospital!

Com um breve resumo, podemos falar que o acesso periférico consiste na introdução de um dispositivo do tipo cateter em uma veia periférica com o objetivo de ter amostra sanguínea, reposição volêmica e de hemoderivados (MUITO importante para pacientes politraumatizados, ehm!!!- Atenção mais que especial então!) e administração de drogas via endovenosa.

hemocat.com.br/noticia-interna.aspx?id=160

Via de Acesso:

Dá-se preferência às veias dos membros superiores do antebraço por acomodar cateteres mais calibrosos:

  • Veia cefálica;
  • Veia basílica;
  • Veias medianas do antebraço e cotovelo;
  • Veias do dorso da mão.
Resultado de imagem para acesso venoso periferico veias

                                  http://aenfermagem.com.br/materia/puncao-venosa/

mão para punção

                                  http://aenfermagem.com.br/materia/puncao-venosa/

 

Não conseguiu com nenhuma dessas veias??? Calma! tente as veias dos membros inferiores:

  • Veia safena magna e parva;
  • Veias dorsais dos pés.
Resultado de imagem para acesso venoso periferico veias membro inferior

                  http://aenfermagem.com.br/materia/puncao-venosa/

 

Contraindicações:

Devem ser consideradas antes da tentativa de realizar o procedimento, sendo elas:

  • Infecção;
  • Flebite;
  • Esclerose de veias;
  • Infiltração intravenosa prévia;
  • Queimaduras ou lesões traumáticas próximas ao local de inserção do cateter;
  • Fístula arteriovenosa.

Técnica:

  1. Separar os materiais necessários para a realização do procedimento (luva, garrote, solução antisséptica à base de clorexidina, gaze estéril, cateteres de tamanhos apropriados e materiais específicos);
  2. Explicar ao paciente consciente toda a sequência do procedimento;
  3. Escolher a veia apropriada (JÁ SABEMOS QUAIS SÃO, NÉ??);
  4. Colocar um torniquete (garrote) acima (proximal) do local escolhido para punção;

Resultado de imagem para acesso venoso periferico garrote

5. Fazer antissepsia do local da punção;

Resultado de imagem para acesso venoso periferico antissepsia

http://www.ebah.com.br/content/ABAAABCL8AD/acesso-venoso-por-puncao

6. Segurar o local de forma firme com a mão não dominante e usar o polegar para puxar suavemente a veia;

7. Segurar o cateter com a mão dominante entre o polegar e o dedo indicador com o bisel voltado para cima;

8. Punção: Introdução da agulha tangencialmente à pele, formando um ângulo de 10 a 30° com a pele. A agulha deve ser introduzida gentilmente até se observar correta canulação da veia puncionada.

9. Posicionar a ponta do dedo indicador da mão dominante contra a pequena aba que se prolonga pelo topo do eixo do cateter. Avançar o cateter dentro da veia estendendo o dedo indicador dominante exercendo pressão contra a pequena aba com a ponta do dedo. Manter tração leve na veia com a mão não dominante para a veia não se movimentar enquanto o cateter é avançado;

10. Observar o retorno venoso;

11. Uma vez o cateter inserido, deve-se empurrar o botão no protetor da agulha para ela retirar a fim de prevenir lesões;

12. Remover o garrote;

13. Segurar o cateter e anexar o conjunto apropriado do cateter intravenoso;

14. Fixar o cateter com curativo oclusivo e do equipo em alça.

 

 

 

Acesso venoso periférico é um procedimento muito recorrente e simples! Treine sempre!

Fique ligado no nosso blog! Serão sempre postados mais informações para você ficar constantemente atualizado.

Nos acompanhe!! Acesse a nossa Loja virtual da SutureSkin: www.sutureskin.com.br e adquira nossos simuladores para você ficar craque na sutura.

 

Thainá Lins

 

You Might Also Like