Procedimentos

Como agir em casos de queimaduras? Aprenda a conduta necessária!!

Quando está no plantão da emergência, não se sabe o que pode aparecer, não é mesmo? Ok, mas pode pressupor! Casos de queimaduras, por exemplo, podem surgir várias vezes no mesmo plantão. Mas não se desespere! Aqui você aprenderá qual a conduta deve seguir e então, estará apto a atender estes pacientes.

Qual é a minha prioridade no atendimento das vítimas de queimaduras?

Olha só o roteio para salvar esse paciente:

  • Estabelecer o controle da via aérea
  • Interromper o processo de queimadura
  • Obter acessos venosos

Via aérea:

Como eu identifico a lesão por inalação?

  • Queimaduras faciais e/ou cervicais
  • Chamuscamento dos cílios e das vibrissas nasais
  • Depósitos de carbono na boca e/ou nariz e expectoração carbonácea
  • Alterações inflamatórias agudas na orofaringe, incluindo eritema
  • Rouquidão
  • História de confusão mental e/ou de confinamento no local do incêndio
  • Explosão com queimaduras da cabeça e do tronco
  • Níveis sanguíneos de carboxi-hemoglobina maiores que 10% se o doente foi envolvido em um incêndio

ATENÇÃO! MOMENTO MAIS IMPORTANTE:

A presença de qualquer um desses achados sugere lesão inalatória aguda e a necessidade de intubação traqueal. (Ficou na dúvida se intuba? Isso não existe, intube!!!)

E AGORA??!! NÃO LEBRO COMO FAZ A INTUBAÇÃO OROTRAQUEAL!!

Calma, releia esse post: http://sutura.com.br/vias-aereas-voce-resolve-sob-pressao/

Uma dica:  Caso a condição hemodinâmica do doente permita, e desde que se exclua lesão de coluna, a elevação da cabeça e do tórax do doente a 30 graus auxilia na redução do edema do pescoço e da parede torácica.

INTERRUPÇÃO DO PROCESSO DE QUEIMADURA:

Toda a roupa/ joias devem ser removidas para interromper o processo de queimadura; no entanto, a roupa aderente à pele não deve ser arrancada.

http://dramarnathgiri.blogspot.com.br/2013/11/adult-male-chemical-burn-to-body.html

A superfície corporal comprometida deve ser, então, enxaguada copiosamente com água corrente. O doente deve, então, ser coberto com lençóis quentes, limpos e secos para evitar a hipotermia.

Acesso Venoso:

Qualquer doente com queimaduras que acometem mais de 20% da superfície corporal necessita de reposição de volume.

UMA PAUSA!  COMO EU VOU SABER A PORCENTAGEM???

Calma! Olha um dica:

Você vai usar a ‘’regra dos 9’’

Após estabelecer a permeabilidade da via aérea e identificar e tratar as lesões que implicam risco iminente de vida, devem ser providenciados acessos venosos.

Para tanto, devem-se estabelecer imediatamente acessos venosos com cateter de grosso calibre (no mínimo 16 G) introduzido em veia periférica.

Deve-se iniciar a infusão com solução cristaloide isotônica, preferencialmente com solução de Ringer lactato.

O doente queimado necessita de 2 a 4 mL de Ringer lactato por kg de peso corporal por percentagem de área de superfície corporal com queimadura de segundo e terceiro graus, nas primeiras 24 horas.

O volume de líquido estimado é então oferecido da seguinte maneira: metade do volume total estimado é administrada nas primeiras 8 horas após a queimadura e o restante deve ser administrado nas 16 horas seguintes.

HUUM!! Vamos para a prática:

Um homem de 100 Kg com 80% de ASC queimada necessita de 2 a 4 x 80 x 100 = 16.000 a 32.000 mL em 24 horas. Metade, 8.000 a 16.000 mL, devem ser infundidos nas primeiras 8 horas; portanto, o doente deve receber 1.000 a 2.000 mL/h). O restante deve ser administrado nas 16 horas seguintes.

Entendeu como funciona?? Então já sabemos como funciona as prioridades para o atendimento a vítimas com queimaduras. 

Atenção: estes procedimentos devem ser feitos dentro do atendimento primário (ABCDE) 

Fique ligado no nosso blog! Serão sempre postados mais informações para você ficar constantemente atualizado.

Nos acompanhe!! Acesse a nossa Loja virtual da SutureSkin: www.sutureskin.com.br e adquira nossos simuladores para você ficar craque na sutura.

Thainá Lins

Referência: ATLS

You Might Also Like