Feridas

FERIDAS: Tudo o que você precisa saber!

As feridas, sejam ela de origem traumática ou cirúrgica, cursam com ruptura de um importante escudo de proteção do corpo: a pele. Sendo que, o entendimento dos tipos de feridas são de extrema importância para a decisão da conduta a ser seguida. Para isso, continue lendo o post!!

Quais são os tipos de feridas?

Elas podem ser classificadas como abertas e fechadas, além de, categorizá-las em tipos especiais de lesões.

· Feridas Abertas:

São lesões que apresentam descontinuidade da pele. Podem variar em profundidade, comprimento e forma a depender do objeto utilizado.

As feridas abertas podem ser divididas em:

· Feridas cortantes:

São feridas produzidas por agentes cortantes, ué, como faca, bisturi, lâminas etc.

Nessas lesões há o predomínio do comprimento sobre a profundidade, bordas regulares e nítidas, geralmente retilíneas e a hemorragia é quase sempre abundante .

· Feridas corto-contusas:

Nesse caso, o agente não tem corte tão acentuado, sendo que a força do traumatismo é que causa a penetração do instrumento, tendo como exemplos o machado, a tesoura e os dentes.

São lesões normalmente graves e determinam uma variedade de ferimentos, inclusive fraturas.

· Feridas puntiformes:

São ocasionadas por agentes perfurantes, longos e pontiagudos, como prego e agulha.

Pode ser transfixante quando atravessa um órgão, estando sua gravidade na importância deste órgão.

· Feridas pérfuro-contusa:

São as lesões ocasionadas por projéteis de arma de fogo (PAF), devendo-se identificar o orifício de entrada, o trajeto do projétil e o orifício de saída, mas sabemos que este pode não existir.

A gravidade da ferida dependerá do dano causado às estruturas envolvidas no trajeto, devendo em cada caso ser avaliada a necessidade de cirurgia exploratória.

· Feridas lácero-contusas:

Pode ser ocasionada pela compressão da pele, onde esta é esmagada de encontro ao plano subjacente. Também pode ser por tração, que apresenta rasgo ou arrancamento tecidual.

As bordas são irregulares, com mais de um ângulo. Uma mordida de cão se encaixa bem, né?

· Feridas Fechadas/Ferimento:

São ferimentos que não apresentam perda de continuidade da pele, correspondendo às contusões.

São dividas em:

· Hematomas:

Hemorragia confinada dentro de um tecido. O sangue extravasa de um vaso calibroso, não havendo sua difusão nas malhas dos tecidos moles, formando uma tumoração.

Famoso OLHO DE GUAXINIM, suspeita de fratura de base de crânio.

· Equimoses:

Há rompimento dos capilares, porém não a o inchaço. Ou seja, é aquele velho ‘’roxo’’ que a gente tem um monte.

· Feridas Limpas:

A limpeza deve ser feita com pinça de KELLY com gaze umedecida em soro fisiológico, com movimentos semi circulares, de dentro para fora, de cima para baixo, utilizando-se as duas faces da gaze.

O fechamento da ferida limpa poderá se dar com segurança em qualquer momento, independente do tempo transcorrido do momento da lesão até o atendimento.

· Feridas Contaminadas:

As lesões mais antigas, sujas de secreção e com corpos estranhos nos tecidos tendem a ser contaminadas. A limpeza da ferida deverá ser realizada de fora para dentro, evitando assim, a disseminação de possíveis patógenos para áreas íntegras.

O fechamento por primeira intenção da ferida deverá ser feito quando o tempo transcorrido do momento do trauma até o atendimento for inferior a 6 horas; se superior a esse tempo, recomenda-se a cicatrização por segunda intenção.

As soluções antissépticas mais utilizadas são a solução aquosa de PVPI A 10%.

· Feridas Infectadas:

Alguns estudos apoiam a utilização de antissépticos, apresentando como vantagem a não indução da resistência bacteriana que os antibióticos tópicos podem causar.

O fechamento por primeira intenção da ferida infectada deve ser retardado até que haja melhores condições, caso contrário, evoluirá com complicações.

Quando houver necessidade de troca de vários curativos em um mesmo paciente, esta deverá se iniciar pelas feridas limpas, seguindo-se das feridas abertas não infectadas, depois os de ferida infectada, e por último as colostomias e fístulas em geral.

Fique ligado no nosso blog! Serão sempre postados mais informações para você ficar constantemente atualizado.

Nos acompanhe!! Acesse a nossa Loja virtual da SutureSkin: www.sutureskin.com.br e adquira nossos simuladores para você ficar craque na sutura.

Thainá Lins

You Might Also Like